Casal de idosos se exercitando pelo método Pilates em uma academia

O que é Pilates? Saiba mais sobre esta atividade física que pode corrigir a postura e evitar dor nas costas

O Pilates é um tipo de atividade física que permite o fortalecimento e tonificação da musculatura, buscando um controle maior do próprio corpo. [1] Isso pode te ajudar a manter o pique na rotina agitada e a evitar problemas de postura, uma causa muito comum para dores nas costas. [2] Atualmente muito conhecido em diversas academias e centros de fisioterapia, essa técnica está ganhando cada vez mais adeptos. Mas quais são os benefícios do Pilates para a saúde? Saiba mais sobre essa atividade!

Pilates atua na correção postural e evita dores nas costas

A função desse exercício é, de fato, tonificar a musculatura do corpo como um todo, garantindo mais percepção, controle e aumento da consciência corporal. Com isso, o Pilates procura corrigir a postura, o que pode ajudar muito a evitar algumas dores nas costas.[1] Quem sofre com problemas como escoliose também pode se beneficiar com a prática do Pilates.[2]

Atividade também é relaxante e trabalha a respiração

O Pilates é um exercício que procura aliar corpo e mente, melhorando também a saúde e a consciência mental de quem o pratica. Para isso, são utilizadas técnicas de respiração e alongamento, além do relaxamento corporal. [3] Quem pratica a atividade física tem benefícios não só em relação a doenças nas articulações, mas também em transtornos emocionais, como depressão e ansiedade, inclusive em quem está enfrentando problemas como sobrepeso e obesidade. [4]

Benefícios do Pilates para idosos

O método de treinamento Pilates pode ser utilizado como estratégia para fortalecimento da musculatura extensora lombar e prevenir assim o surgimento de lombalgia (dores lombares) [1] e também se mostra uma boa alternativa de atividade física para idosos, com benefícios para a saúde cardiorrespiratória [5] e fortalecimento do assoalho pélvico, auxiliando na redução de problemas como a incontinência urinária [6]. Além disso, o Pilates demonstra bons resultados no aumento geral da qualidade de vida e no enfrentamento da obesidade. [4]

A história do Pilates

O exercício possui esse nome por conta de seu criador, Joseph Pilates, que criou esse método de fortalecimento após conviver com doenças como asma e raquitismo na infância. Baseado em seus estudos de yoga, artes marciais, Zen e exercícios greco-romanos, Pilates - atuando como enfermeiro em Ilha de Man, no Reino Unido - implementou uma rotina de exercícios em soldados que estavam se recuperando de lesões sofridas durante a Primeira Guerra Mundial e surpreendeu seus superiores com os resultados. Esse experimento fez com que Pilates organizasse seu método, centrado em cinco pilares essenciais: respiração, alinhamento cervical, estabilização escapular e da costela, mobilidade pélvica e o músculo transverso abdominal. [7]

Código ZINC: SABR.CDOC.20.01.0065

Referências:

[1]: Kolyniak IEGG, Cavalcanti SMB, Aoki MS. Avaliação isocinética da musculatura envolvida na flexão e extensão do tronco: efeito do método Pilates. Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. 2004;10(6): 489 - Consultado em 29/10/2019

[2]: Araújo MEA, Silva EB, Vieira PC, et al. Redução da dor crônica associada à escoliose não estrutural, em universitárias submetidas ao método Pilates. Motriz. Revista de Educação Física da UNESP. 2010;16(4): 958 - Consultado em 29/10/2019

[3]: Santos M, Cancelliero-Gaiad KM, Arthuri MT. Efeito do método Pilates no Solo sobre parâmetros respiratórios de indivíduos saudáveis. Revista Brasileira de Ciência e Movimento. 2015;23(1): 28 - Consultado em 29/10/2019

[4]: Vancini RL, Rayes ABR, Lira CAB, et al. Pilates and aerobic training improve levels of depression, anxiety and quality of life in overweight and obese individuals. Arquivos de Neuro-Psiquiatria. 2017;75(12): 853-855 - Consultado em 04/02/2020

[5]: Lopes EDS, Ruas G, Patrizzi LJ. Efeitos de exercícios do método Pilates na força muscular respiratória de idosas: um ensaio clínico. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia UERJ. 2014;17(3): 517, 521 - Consultado em 30/10/2019

[6] Santos ACCC, Dias SFL, Barbosa APB, et al. Atuação do método Pilates no fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico na incontinência urinária de esforço. Revista Online FACEMA. 2017;3(3): 617, 621 - Consultado em 30/10/2019

[7]: Kloubec J. Pilates: How does it work and who needs it?. Muscles, Ligaments and Tendons Journal. 2011;1(2): 61 - Consultado em 03/02/2020

Matérias relacionadas

  • Mulher praticando atividades física | Miniatura | Pronto Passou
    atividade física
    2021-04-14DD.MM.YY
    A falta de atividades físicas pode prejudicar a imunidade?
  • Duas mulheres e 1 homem praticando exercício em uma espécie de balcão | Sanofi
    atividade física
    2020-11-19DD.MM.YY
    O que é treinamento funcional? Saiba mais sobre essa atividade física voltada para melhorar sua mobilidade
  • Mulher praticando crossfit em uma academia
    atividade física
    2020-10-19DD.MM.YYYY
    Crossfit: quais são os principais riscos e benefícios desta modalidade de atividade física?