Mulher que aparenta estar com dor de cabeça

Quais são os principais tipos de dor de cabeça?

Aquela dor de cabeça no fim de tarde, depois de um dia estressante… quem nunca sentiu? Infelizmente, a dor de cabeça é mais comum do que gostaríamos e 95% das pessoas já teve dor de cabeça pelo menos uma vez na vida.[1] O fato é que existem vários tipos de a dor de cabeça e, dependendo de sua origem, ela pode até mesmo a piorar com o uso crônico de analgésicos [2]. Entenda um pouco mais sobre o assunto e quais são os principais tipos de dor de cabeça com nossa matéria, abaixo.

Dor de cabeça tensional: a dor do dia-a-dia


A chamada dor de cabeça tensional é o tipo mais frequentemente observado [1]. Geralmente é bilateral (sentida nos 2 lados da cabeça), com intensidade que varia de leve a moderada e geralmente é desencadeada pelo aumento da tensão da musculatura da cabeça e pescoço, que pode ser aumentada pela falta de sono ou ainda pelo bruxismo (contração excessiva da musculatura da mandíbula que se caracteriza pelo ranger ou apertar dos dentes durante o sono). [2] 

Estresse e outros fatores podem estar associados à dor de cabeça


Estudos indicam que o estresse, a ansiedade e a depressão podem acarretar dor de cabeça prolongada e sem explicação clínica aparente.[2]. Da mesma forma, alterações hormonais ligadas ao ciclo menstrual fazem com que as mulheres sejam mais suscetíveis à dor de cabeça. Fatores externos como o consumo excessivo de álcool, cafeína e tabagismo também podem favorecer o aparecimento da dor de cabeça [2]. 

A enxaqueca pode ser uma doença crônica


Diferentemente da dor de cabeça tensional, a enxaqueca é uma doença (que pode ser crônica) caracterizada por uma dor pulsante e latejante unilateral (em apenas um lado da cabeça) que pode ser seguida de náusea e vômitos. A enxaqueca também é mais comum em mulheres e estima-se que 5% a 25% sofrem deste mal. A dor é intensa e muitas vezes, incapacitante: a pessoa fica sensível à luz (fotofobia), sons e cheiros. Por isso, para alívio dos sintomas, recomenda-se que a pessoa permaneça de repouso em um quarto escuro e em silêncio. A enxaqueca se manifesta por meio de crises. O episódio de enxaqueca é geralmente autolimitado, mas quando se torna recorrente e crônico pode causar incapacitação por dor e afetar a execução de atividades diárias e a qualidade de vida.[3] 

Dores de cabeça secundárias: um alerta para outras doenças

As dores de cabeça secundárias são, na verdade, o sintoma aparente de outras doenças, como por exemplo: infecções respiratórias como sinusites, resfriados, gripes e otites, ou ainda doenças mais graves do sistema nervoso central [1]. Por terem causas tão variadas, com diferentes possíveis gravidades, é importante consultar um médico para que ele possa apontar o tratamento adequado.

ZINC: SABR.CDOC.20.01.0065a

TAGS : DOR DE CABECA