Mulher sentindo tensão muscular | Sanofi

Por que o estresse pode causar tensão muscular?

O estresse é um velho conhecido de muitas pessoas. E por diversos motivos: o trabalho, a atenção à família, cuidado com a casa e com os filhos, além da vida cada vez mais corrida que levamos acabam por nos deixar, além de cansados, estressados. Dados da International Stress Management Association (Associação Internacional de Gerenciamento do Estresse, em tradução livre) indicam que o Brasil é o segundo país com o maior número de pessoas estressadas economicamente ativas, sendo superado apenas pelo Japão [1] Uma das consequências associadas ao estresse é a tensão muscular - e os problemas que podem se relacionar a ela [2]. Afinal, por que o estresse está associado a esse sintoma?

Estresse causa reações fisiológicas que impactam os músculos

Podemos dizer que tudo começa na nossa mente: preocupações, ansiedade e outros fatores causam no organismo uma reação física mediada por substâncias como a adrenalina, o que desencadeia sinais no corpo como: suor excessivo, batimentos cardíacos acelerados, pressão arterial aumentada, dor de cabeça e tensão muscular [2]. A falta de relaxamento durante o trabalho e após o término do expediente, por exemplo, pode contribuir para o desenvolvimento de distúrbios musculoesqueléticos [3].

Como lidar com os sintomas?

O tratamento da tensão muscular não é, em geral, complexo e pode envolver diversas abordagens, como acupuntura, laser de baixa intensidade, massagens, manipulações e mobilizações cervicais, alongamentos e exercícios visando o equilíbrio muscular [4]. No entanto, é necessário lidar com a causa primária da tensão, no caso, o estresse, que, se não for controlado pode facilitar o desenvolvimento de diversas doenças [2]. Por isso é importante buscar maneiras efetivas de aliviar os efeitos que um cotidiano exaustivo e estressante pode ter. Procure tirar um tempo só para você, dar uma pausa nas atividades e manter uma rotina de sono adequada: isso já ajudará bastante.

Atividade física é importante no combate ao estresse

A prática de atividades físicas adequadas é uma das formas mais recomendadas para o enfrentamento do estresse, com benefícios documentados em adultos e idosos. Alguns estudos, inclusive, indicam que os benefícios são expressivos caso o praticante escolha uma atividade física que realmente goste, ou seja, que seja prazerosa [1]. Outras abordagens incluem a possibilidade de uso de técnicas da medicina alternativa, pois mesmo com dificuldades em provar seu valor terapêutico com rigor científico, o crescimento da sua oferta, inclusive pelo serviço público, está legitimado como potencialmente funcional [2].

TAGS : Dor muscular

Referências:

[1]: Silva ML, Leonidio ACR, Freitas CMSM. Prática de atividade física e o estresse: uma revisão bibliométrica. Revista de Educação Física (UEM). 2015; 26(2): 331-339 - Consultado em 20/04/2020
[2]: Silva LC, Salles TLA. O estresse ocupacional e as formas alternativas de tratamento. Revista de Carreiras e Pessoas. 2016; 6(2): 234-247 - Consultado em 20/04/2020
[3] Lundberg U. Muscle Tension. Allostatic Load Notebook - Universidade de Estocolmo. 2018. - Consultado em 20/04/2020
[4] Cielo CA, Christmann MK, Ribeiro VV et al. Síndrome de tensão musculoesquelética, musculatura laríngea extrínseca e postura corporal: considerações teóricas. Rev. CEFAC [online]. 2014, vol.16, n.5,pp.1639-1649. - Consultado em 14/10/2020

MAT-BR-2101146

Matérias relacionadas

  • Homem sentindo fortes dores nas costas | Miniatura | Pronto Passou
    dor muscular
    2021-04-14DD.MM.YY
    Por que um dia cansativo no trabalho pode gerar dores musculares?
  • Mulher com duas crianças a sua volta | Miniatura | Pronto Passou
    dor muscular
    2021-04-14DD.MM.YY
    Estresse pode causar dor muscular?
  • Dor nas costas: que fatores contribuem para esse problema?
    dor muscular
    2021-04-06DD.MM.YY
    Dor nas costas: que fatores contribuem para esse problema?