Homem doente sentindo desconforto causado pela febre.

A febre pode causar dor no corpo?

A febre é uma defesa, um conjunto de respostas fisiológicas a alguma infecção, doença ou anomalia que afeta o organismo, e a elevação da temperatura corporal é apenas uma parte mais conhecida dessas respostas [1]: estar com febre significa, muitas vezes, sentir moleza, mal-estar e não raro, dor no corpo. Esse sintoma é muito associado à febre pelo torpor que a elevação significante da temperatura causa, mas será que ela é realmente a causadora da dor? Saiba mais sobre a relação entre os dois sintomas e porque é tão comum senti-los ao mesmo tempo.

A febre pode causar dor no corpo?


A febre ocorre pela liberação de substâncias no organismo que atingem uma região do sistema nervoso central chamada hipotálamo, onde está localizado o centro termorregulador do corpo. Ela funciona como um sinal de alerta, sinalizando que algo está errado. Uma dessas substâncias, a prostaglandina, ativa no cérebro a informação de alerta, causando igualmente a dor [2]. Por isso, é comum que quem tenha febre também sinta dor no corpo.

Além da dor no corpo e da elevação da temperatura, a febre pode provocar várias reações no organismo, como sudorese (suor) cansaço, sonolência, fraqueza e sede intensa [3]. Por isso, é tão normal - e inclusive, importante - sentir vontade de beber água, conforme a febre vai evoluindo. Se hidratar no momento da febre é essencial, pois o suor, causado pela temperatura elevada deve ser reposto, evitando a desidratação.

Formas de tratamento da febre e da dor


O controle da febre é mais voltado para impedir que a temperatura suba demais e, também, para garantir conforto ao paciente. Ele pode incluir analgésicos e antitérmicos, mas existem outras abordagens não farmacológicas que podem complementar o tratamento, como bolsas térmicas frias (em casos de febre alta) ou compressas úmidas frias [4].

Quando é a hora de procurar o médico?


A duração, nível de febre e sintomas associados ajudam a sinalizar sobre o perigo da febre e sua gravidade. O importante é saber quando e como febre deve ser combatida. Por exemplo, quando a temperatura supera os 39ºC, existem protocolos hospitalares já estabelecidos (que avaliam não somente a elevação da temperatura), com administração de antitérmicos e outras medidas para reduzir a temperatura [5]. Do mesmo modo, se a dor estiver muito intensa e o incômodo for muito grande e incapacitante, é a hora de procurar um médico o mais rápido possível. 


Código ZINC: SABR.CDPM.20.06.0776

Matérias relacionadas

  • Mulher verificando a temperatura do seu filho com termômetro | Miniatura | Pronto Passou
    febre
    2021-04-22DD.MM.YY
    Por que a febre alta pode ser perigosa? O risco é maior em bebês e crianças?
  • Mulher verificando temperatura de um bebê | Miniatura | Pronto Passou
    febre
    2021-04-22DD.MM.YY
    Quais são as principais causas de febre em bebê?
  • Mulher conferindo temperatura da criança | Miniatura | Pronto Passou
    febre
    2021-04-22DD.MM.YY
    Febre e suor: qual é a relação entre as duas coisas?