Mãe com filho exibindo sintomas de gripe ou resfriado.

Como diferenciar um quadro de gripe e resfriado em crianças?

Quando a criança começa a ficar abatida, com o nariz entupido, tossindo ou espirrando, pode ser difícil diferenciar, a princípio, se ela está apenas resfriada ou com uma gripe. Ainda que os sintomas sejam parecidos, é importante aprender a diferenciar as duas doenças, até mesmo
para saber quando é hora de levar o pequeno ao pediatra ou não. Para te ajudar a entender como identificar esses dois quadros, conversamos com a médica Gabriela Facchini, pediatra e neonatologista, que esclarece as principais dúvidas sobre o assunto.

Resfriado ataca geralmente nariz e garganta das crianças


O resfriado comum pode ser causado por diversos vírus, porém, segundo a pediatra, o contágio mais comum é pelo rinovírus. “Apresentam início gradual com sintomas localizados (nariz e garganta), alguns casos com congestão nasal e tosse. Evoluem com rápida recuperação (menos de 4 dias), e raramente apresentam complicações”, afirma Gabriela. Crianças costumam ficar resfriadas com mais frequência do que adultos - pesquisas indicam que eles contraem a doença de 7 a 10 vezes por ano. [1] Por isso, é sempre bom estar de olho!

Gripe: diferenciar os sintomas é importante para evitar complicações


Apesar de serem ambas infecções virais, gripe e resfriado possuem diferenças importantes. A gripe, que é causada pelo vírus influenza, diferentemente do resfriado, pode trazer complicações [2], como explica a pediatra. “A gripe apresenta início súbito e na maioria das vezes é causada pelo vírus influenza. Seus sintomas são generalizados como: febre, calafrios, dores musculares, tosse, dor de garganta, mal-estar geral e perda de apetite. Apresentam duração de 1 a 2 semanas e podem evoluir com complicações pulmonares graves.” As crianças são um grupo de risco e, por isso, a vacina contra a gripe é um recurso importante para evitar a doença e suas possíveis complicações [3].

Como perceber a diferença na criança?


De acordo com a Dra. Gabriella, o resfriado comum costuma manifestar apenas sintomas simples, como o nariz entupido ou escorrendo e dor na garganta. “Nas crianças o resfriado se manifesta na maioria das vezes com uma coriza nasal e obstrução das vias aéreas altas, não atrapalhando o cotidiano e a rotina da criança e não representando risco”, explica. Já no caso da gripe, a criança se mostra mais abatida e sem ânimo. “Nos casos de gripe, logo se nota a mudança do comportamento, com prostração, dificuldade de se alimentar - devido à própria congestão nasal -, sonolência e apatia pelo quadro febril e excesso de secreção”, completa a pediatra.

Tratamento e cuidados necessários


Mesmo com um simples resfriado, pais e mães sempre ficam preocupados com o bem-estar de seus filhos e buscam um tratamento - mesmo que a doença seja autolimitada, ou seja, com prazo de validade para acabar e sem complicações. Sobre isso, a pediatra é enfática. “O mais importante é proporcionar conforto à criança. Manter uma higiene permanente das vias aéreas e repouso durante esse período, assim como no período febril; hidratação e dieta adequadas. É muito importante a desobstrução do nariz com o uso de uma solução isotônica. Se necessário, buscar auxílio médico e ficar atento aos sinais de gravidade”, conclui a médica.

Médica entrevistada:

Dra. Gabriela Facchini

CRM-RJ: 52-936308

Código ZINC: SABR.CDPM.20.06.0776

Matérias relacionadas

  • Mulher deitada com gripe | Miniatura | Pronto Passou
    gripe e resfriado
    2021-04-22DD.MM.YY
    Resfriado: sintomas, causas e como tratar essa infecção viral muito comum
  • Homem tomando chuva | Miniatura | Pronto Passou
    gripe e resfriado
    2021-04-22DD.MM.YY
    Ficar com as roupas úmidas após uma chuva pode favorecer um resfriado?
  • Imagem de uma sopa saudável | Miniatura | Pronto Passou
    alimentação saudável
    2021-04-22DD.MM.YY
    Quais alimentos podem ajudar na recuperação de um resfriado?