Mulher conferindo temperatura da sua filha | Banner | Pronto Passou

Febre alta: em quanto tempo um antitérmico começa a baixar a temperatura?

Quando a temperatura do corpo começa a subir, principalmente acima dos 39ºC, a febre alta pode provocar mal-estar e derrubar a disposição. Nesses casos, o que fazer para baixar a febre? O uso do antitérmico pode ser recomendado pelo médico para melhorar o quadro geral do paciente. [1] Mas, quanto tempo demora para um antitérmico fazer efeito e abaixar a febre alta? Quando o seu uso é realmente necessário? Confira!

Quanto tempo demora para a temperatura baixar?

Os princípios ativos mais utilizados para controlar a febre alta são a dipirona, o ibuprofeno e o paracetamol. A ação da dipirona e do ibuprofeno costuma ter início, em média, após 30 minutos da ingestão, com pico cerca de duas horas depois. Já o paracetamol começa a agir entre 15 e 30 minutos após o consumo. [2][3][4] Vale lembrar que o uso de antitérmicos para controlar a febre alta deve ser feito seguindo a bula e sob a recomendação de um médico.

Quando usar antitérmicos para baixar a febre alta?

A temperatura normal do corpo varia de 36,5ºC a 37,2ºC. Valores acima são considerados como temperatura de febre. Além disso, quando ultrapassa os 39,5ºC, a febre já é considerada alta. [1] Ainda que a febre seja uma reação normal do organismo à invasão de agentes invasores, como vírus e bactérias, a temperatura muito alta pode ser perigosa: há risco de provocar danos às células e, em casos graves, de gerar danos aos órgãos e ao corpo. [1][5]

O uso de antitérmicos é um dos tratamentos mais comuns para a febre alta. No entanto, é preciso tomar cuidado com a automedicação, já que segundo consenso médico, tais medicamentos só devem ser utilizados quando a pessoa está prostrada, com prejuízo ao sono e à alimentação, por exemplo. [6] É importante também reforçar a ingestão de líquidos, como água e sucos, já a febre aumenta a perda de água por meio da transpiração e da falta de apetite. [1][2]

Não deixe de consultar o médico antes de utilizar qualquer medicamento. Veja, também, quais são as recomendações específicas para o seu caso, já que a febre é um sintoma de vários problemas de saúde. Procure a orientação correta!

TAGS : Febre, AntitérmicoNovalgina, Febre Alta e Febre em bebês e crianças

Referências:

[1] Murahovschi J. A criança com febre no consultório. Jornal de Pediatria - Sociedade Brasileira de Pediatria. 2003; 79(1): 55-64. - Consultado em 22/02/2021
[2] Feldhaus T, Cancelier ACL. Conhecimento dos pais sobre febre em crianças. Associação Médica Brasileira. Arquivos Catarinenses de Medicina. 2012. 41(1): 16-21. - Consultado em 22/02/2021
[3] Magni AM, Scheffer DK, Bruniera P. Comportamento dos antitérmicos ibuprofeno e dipirona em crianças febris. J Pediatr (Rio J). 2011;87(1):36-42: - Consultado em 22/02/2021
[4] Paracetamol. [Bula]. Hortolândia - SP: EMS S/A. 2014. - Consultado em 24/02/2021
[5] Walter EJ, Hanna-Jumma S, Carraretto M, Forni L. The pathophysiological basis and consequences of fever. Crit Care. [Internet]. 2016; 20:200. Published online: 2016 Jul 14. - Consultado em 22/02/2021
[6] Farhat CK. Febre - Antitérmicos mais Indicados e Posologia Recomendada. IV Manual de Otorrinolaringologia Pediátrica da IAPO. 40-42. - Consultado em 22/02/2021

MAT-BR-2101236

Matérias relacionadas

  • Mulher verificando a temperatura do seu filho com termômetro | Miniatura | Pronto Passou
    febre
    2021-04-22DD.MM.YY
    Por que a febre alta pode ser perigosa? O risco é maior em bebês e crianças?
  • Mulher verificando temperatura de um bebê | Miniatura | Pronto Passou
    febre
    2021-04-22DD.MM.YY
    Quais são as principais causas de febre em bebê?
  • Mulher conferindo temperatura da criança | Miniatura | Pronto Passou
    febre
    2021-04-22DD.MM.YY
    Febre e suor: qual é a relação entre as duas coisas?